Em nota ao Blog, Gilmar Santos diz que protesto em diplomação foi contra quem “desrespeita democracia”


Protagonista do fato mais comentado durante a diplomação dos eleitos de Petrolina, na última sexta-feira (16) no Senac, quando se recusou a cumprimentar o deputado federal Guilherme Coelho (PSDB), o ministro Fernando Filho e o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB), o vereador eleito reforçou a este Blog o que já tinha dito à imprensa. Segundo Gilmar, seu protesto foi contra aqueles que desrespeitam a democracia ao terem apoiado o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).
Sobre as declarações do vereador Ronaldo Silva (PSDB) ao Blog, Gilmar resumiu dizendo que sua questão com Ronaldo será a de “debater políticas públicas que melhorem a qualidade de vida dos petrolinenses”.
Confiram a íntegra da nota enviada pelo vereador eleito:
1. Como já afirmei em outros meios de comunicação, a minha atitude foi política, de protesto pacífico e silencioso contra todas as ações que esses senhores vêm tomando nacionalmente: o desrespeito à democracia, a forma injusta como apoiaram e tiraram da presidência uma mulher que não cometeu nenhum crime, as decisões que vão contra os interesses de trabalhadores, estudantes, professores, e as camadas mais empobrecidas da sociedade.  Não cometi nenhum ato criminoso. Protestar é um direito que está expresso na nossa Constituição. No protesto é natural que pessoas se incomodem, que alguns se sintam constrangidos. É natural também que algumas pessoas que não compreendem o sentido dessa atitude venham me julgar como mal-educado. Mas seria muito interessante que essas mesmas pessoas lembrassem que de forma muito educada há políticos nos roubando, de forma muito elegante há políticos assassinando o futuro das nossas crianças e perpetuando a miséria, de forma muito amigável e gentil há políticos retirando direitos de milhões de trabalhadores. Penso que esses senhores têm tomado decisões muito prejudiciais ao povo brasileiro, a última delas foi a aprovação da PEC (241/55) que piora por 20 anos a situação da educação e da saúde no país. Isso para muitas pessoas não parece ser falta de educação. Esses senhores não sofrerão as consequências dessas graves decisões, daí a pouca preocupação deles. Diante disso, convido todos e todas a conhecerem melhor meu histórico como militante nas lutas sociais e me acompanharem nas ações do legislativo a partir do próximo ano.
2. Enquanto não houver compromisso desses senhores para ouvir e respeitar os apelos do povo, de respeitar os recursos públicos em prol da maioria, de não menosprezar a democracia e o interesses coletivos, não apenas eu, mas muita gente deverá repetir outros gestos. Espero que não seja necessário.
3. Minha questão com o vereador Ronaldo Silva será a de debater políticas públicas que melhorem a qualidade de vida da população petrolinense. Estarei dedicado a isso.
Gilmar Santos/Vereador eleito de Petrolina

Fonte Blog do Carlos Britto 

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..