Ex-prefeito de Petrolina diz que Caso Beatriz já cansou a beleza das pessoas e dispara: “Colégio foi massacrado durante um ano”

O ex-prefeito de Petrolina Augusto Coelho participou nesta segunda-feira (05) do Programa Edenevaldo Alves e sugeriu a criação de uma pauta positiva sobre o Caso Beatriz.

Coelho chegou a afirmar que os órgãos responsáveis pela investigação não foram capazes de elucidar o crime, algo que foi considerado uma provocação para quem acompanha o caso, como os pais, demais familiares e autoridades que estão envolvidos em sua resolução.
Augusto Coelho ainda afirmou que a dor da família é insuperável e diz que o Colégio Auxiliadora está sendo vítima de injúrias.
“A dor da família é insuperável, mas isso não justifica que o colégio seja injuriado da maneira que estar. A criança estava em uma festa, os pais estavam presentes, então a responsabilidade não é somente da escola. Foi um ano de massacre da opinião pública com comentários inconsistentes”, disse .
Augusto Coelho ainda criticou a campanha que está sendo feita com o lançamento de 10 cards, que elencam pistas sobre o crime.
“Essa campanha é injusta, não se pode denegrir a imagem do Colégio Auxiliadora dessa maneira. Fui diretor da Casa da Criança há 43 anos e nós realizamos dezenas de festas na instituição e nunca teve segurança, câmera e nunca passamos por uma situação dessa. Se esse crime é insolúvel, não vamos ficar jogando pedras. Liberem a quadra do colégio, isso não é justiça e sim injustiça, esse assunto já cansou a beleza das pessoas”, disparou.
Fonte Blog Edenevaldo Alves 

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..