Marido de delegada dá soco e chute em uma segurança de um clube




Um homem foi detido após agredir a segurança de um clube, em Três Corações, em Minas Gerais, neste sábado (17). Ele foi identificado apenas como Felipe, de 34 anos, e já havia agredido a mulher, uma delegada da cidade, antes de bater em Edvania Nayara Rezende, de 23 anos, com socos e chutes.
Ele também é acusado de agredir um outro homem no local. Nas redes sociais, internautas publicam fotos e informam o nome completo de um homem que seria o agressor. No entanto, a polícia não confirmou a veracidade das informações. De acordo com Edvania Nayara, Felipe e a esposa estavam discutindo no carro quando passaram por ela.
“Ela se jogou do veículo e começou a gritar. Ele parou o carro mais a frente e partiu para cima dela, deu um tapa nela. Muita gente começou a filmar e ficou em cima, tentando acalmar. Ela pegou a chave do carro dele, jogou longe e fugiu. Eu falei que ia chamar a polícia e ele veio falar que só queria levar ela para casa. Eu falei que isso não dava e ele o direito de bater em uma mulher e ele me socou. Caí no chão e ele ainda me chutou”, contou Edvania.
o que pode ser confirmado no vídeo abaixo:
Nas imagens, é possível ouvir Edvania pedindo para que ele “abaixe a bola”. Felipe então responde: “abaixa a bola você!”. Ele toca a segurança, que pede: “tire a mão de mim”. Nesse momento, ele acerta um soco no rosto da jovem. Na sequência, ela cai e recebe um chute próximo à cabeça. Felipe se afasta e Edvania é amparada por algumas pessoas, chora e grita: “Você vai pagar na cadeia!”.
Logo após a agressão, outras pessoas tentam conter o rapaz. Ele, então, faz menção de tirar algo do bolso. “Era um canivete. Ele pegou um canivete e o rapaz que tentou controlar ele disse que ele não precisava fazer aquilo. Ele, então, deu um soco no rapaz. Ele perdeu dois dentes”, afirmou Edvania.
De acordo com um dos funcionários do clube, que não quis se identificar, acontecia uma comemoração de aniversário no local e Ana Paula e Felipe eram convidados. De acordo com Edvania, Felipe foi levado para a delegacia da cidade. A esposa dele só apareceu no local no fim do dia. A segurança lamentou o ocorrido. “Ele já fez isso muitas vezes e, se eu deixasse, ele poderia fazer com mais gente”, finalizou a vítima.

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..