Pais de Beatriz são recebidos por Ministro da Justiça em Brasília


Em Brasília, em audiência na manhã desta quinta-feira, (08), os pais de Beatriz Angélica, Sandro Romilton e Lúcia Mota, reuniram-se com o Ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, para solicitar a viabilização de um convênio entre a Polícia Civil de Pernambuco e a Polícia Federal, com vistas a acelerar a elucidação do brutal assassinato de sua filha.
Participaram da audiência o deputado Adalberto Cavalcanti (PTB/PE) e o Secretário de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, Edson Duarte.
Beatriz Angélica foi brutalmente assassinada na noite do dia 10 de dezembro de 2015, com vários golpes de faca, durante uma solenidade de formatura no Colégio Nossa Senhora Maria Auxiliadora.
Sensível à reivindicação da família, o ministro afirmou ser possível efetivar uma cooperação técnica entre as duas polícias e disse que entrará em contato com o Ministério Público do Estado de Pernambuco e também com o Secretário de Segurança para melhor se inteirar do caso.
O Convênio de Parceria entre essas duas polícias também conta com o apoio do Ministério Público de Pernambuco, que já designou uma equipe exclusiva formada por seis promotores daquele estado por entender que se trata de um caso de difícil elucidação. Ambos reconhecem que o apoio com pessoal e técnico da Polícia Federal poderá ser decisivo para o esclarecimento deste crime.

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..