Sérgio Moro tira férias e Justiça suspende a Lava Jato


A denúncia contra o ex-presidente Lula foi aceita pelo juiz Sergio Moro na véspera de sua folga. Moro ficará em recesso do dia 20 de dezembro a 6 de janeiro de 2017 e deverá emendar as férias. O juiz só voltará a despachar no final do primeiro mês do ano. Durante o recesso, o plantão ficará com a 12ª Vara Federal de Curitiba. Já durante as férias do juiz, quem assume é a juíza substituta Gabriela Hardt.
A ausência de um juiz da Lava Jato, contudo, não significa sossego para os que temem a operação. Em julho de 2015, antes do recesso do Judiciário, o ministro Teori Zavascki autorizou a deflagração de uma operação de busca e apreensão na casa do ex-presidente e senador Fernando Collor de Mello. A operação foi deflagrada durante o recesso.

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..