Vereador e futuro secretário, minimiza alarde sobre o aumento de salário aprovado na Câmara Municipal


Na última terça-feira (27), foi aprovado por unanimidade um Projeto de Lei para o aumento dos salários do prefeito, vice-prefeito e secretários, na Câmara de Vereadores Plínio Amorim.
A iniciativa causou espanto, por não constar na pauta do dia e pela falta de divulgação. Para o vereador Zé Batista, quem em 2017 assume o cargo de secretário de Desenvolvimento Econômico e Agrário, o ajuste é proporcional ao potencial da cidade.
“Viver em uma cidade complexa como Petrolina com quase 350 mil habitantes, com mais de 100 bairros que tem problemas para serem enfrentados. Um secretário não vai se deslocar de Recife ou mesmo de Petrolina, onde está trabalhando, para ganhar 8 mil reais. É uma questão de coerência”.
A lei aprovada começa a valer a partir de 2017. A nova gestão contará com os seguintes salários: prefeito R$ 18 mil, a vice-prefeita R$ 14 mil e os secretários passarão a receber R$ 12 mil reais. O projeto foi elaborado por iniciativa própria da Mesa Diretora da Casa Plínio Amorim.

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

1 De sua opinião, participe!:

De sua opinião, participe!
29 de dezembro de 2016 15:33 delete

Meu caro vereador ninguém é obrigado a ocupar nenhum cargo público, aliás vocês estão aí porque foram candidatos e o povo quedeu o aval.
Então não venham querer almento de salário não porque todos ja sabiam quanto iriam ganhar. E afinal de contas todos, sem exessao , só estão na política pelo salário.
Vc dúvida?
Então faça um projeto de lei que diminua os seus salários em 50% (salário que a maioria do povo viveria como ricos) p ver o tanto de politico abandonando a tetinha de leite.
Vamos ter bom senso seu vereador ,vc e sabedor da situação financeira do país dos Estados e dos municípios e mesmo assim vem na cara de pau defender um absurdo desse.

Reply
avatar

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..