Mulher acusa mototaxista de estupro em Petrolina


Em entrevista ao Programa Edenevaldo Alves, na Rádio Petrolina FM, na manhã desta segunda-feira (02), uma mulher afirmou que um mototaxista teria abusado sexualmente dela durante uma corrida. A vítima relatou que pegou o mototáxi na noite de Réveillon, por volta das 0h15, próximo ao Viaduto dos Barranqueiros e que solicitou que o mesmo a deixasse em um endereço no bairro Vila Eulália, em Petrolina.
“Ele estava uniformizado, aparentemente tudo ok. Pedi para ele me levar a um endereço que eu não sabia onde era, mas ele disse que sabia. Durante o trajeto estava demorando, mas ele dizia que não, já estava chegando. De repente, ele parou em local escuro, ao questionar ele disse que ia mijar, eu me afastei, mas ele me empurrou no chão com o capacete, subiu em cima de mim e tampou minha boca com as duas mãos, disse estar armado e ameaçou me matar caso eu gritasse.”, explica a vítima.
Mesmo com medo, a vítima que tem dois filhos, implorou para não ser morta. E o mototáxi obrigou-a a fazer sexo com ele. Após o ato, ele a deixou no endereço solicitado anteriormente e foi embora ameaçando a vítima, “se olhar para traz, eu te mato!”, conta a vítima. Ela registrou o boletim de ocorrência na delegacia da cidade e busca provas, imagens e tudo que possa ajudar a identificar o acusado.

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

1 De sua opinião, participe!:

De sua opinião, participe!
Anônimo
4 de janeiro de 2017 11:03 delete

Como e que o cara estrupa uma mulher e vai deixar em casa. Esta história esta mal contada eu não sei como um blog publica isso..

Reply
avatar

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..