Museu do Sertão está há sete meses fechado para reformas em Petrolina


Continua fechado o Museu do Sertão em Petrolina. O espaço foi criado em 1985 para guardar a história da vida do sertanejo. O local passou por reforma e ampliação em 1996, e há sete meses, o local foi interditado para uma reforma e encontra-se fechado.
O público reclama que ainda está impossibilitado de visitar o Museu do Sertão. “Está quase abandonado. Eu acho que precisa fazer alguns reparos e ter um atendimento melhor ao público, além da conservação do próprio museu”,  relata o economista Ivonildo Gomes.
O equipamento poderia ser uma ótima opção para turistas, crianças e adultos neste mês de janeiro, período de férias. “Como eu sou de Sobradinho-BA, se estivesse aberto e sobrasse um tempinho, eu poderia ter vindo para conhecer alguma coisa de Petrolina”, revela a agente comunitária de saúde, Hildonahy Costa.
Em maio do ano passado, o prédio estava com mofo nas prateleiras e paredes. Além de infiltrações no teto e um pavilhão estava interditado. Após reclamações, a Prefeitura de Petrolina assinou em julho de 2016 uma ordem de serviço para a reforma do museu no valor de R$ 128.033,55. O Museu do Sertão foi fechado ao público em 7 de julho de 2016. Em setembro as obras precisaram ser paralisadas por conta  do período eleitoral.
O Museu encontra-se agora com a parte da pintura, teto e a pintura refeitos. De acordo com funcionários, resta a organização do acervo, o que demanda tempo. Enquanto esse trabalho não é feito, as memórias e cultura de um povo ficam trancadas. “Nós temos poucas opções culturais aqui na região. E quando você tem um museu fechado, principalmente nesse período de férias, onde você tem turistas, quando você pode ter outra opção de lazer com as crianças, ele fica fechado. Fica um vazio cultural, histórico, educacional, é uma pena”, lamenta a historiadora Josineide Brandão.
A Secretaria de Educação de Petrolina, que atualmente responde pela reforma do Museu do Sertão, informou que ainda não tem data para reabrir o espaço.
G1 PETROLINA 

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..