Prefeitura começa estudos técnicos para retirar definitivamente baronesas das margens do Velho Chico


Sinônimo de aumento de poluição no Rio São Francisco, as baronesas podem finalmente estar com os dias contados.  A Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) deu início nesta terça-feira (17) à primeira fase de um projeto que vai resultar na retirada das espécies aquáticas de um dos principais cartões-postais da cidade.
Com ajuda de um barco, será realizado nessa primeira etapa um zoneamento das áreas com infestação de baronesas, além do georreferenciamento de uma área com 4 km de extensão, entre o Iate Clube e o Porto de Petrolina. Dentro desse perímetro será realizada a coleta da vegetação e da água, que serão analisadas nos laboratórios do Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE), parceiro da iniciativa.
A fase inicial servirá de base para a retirada das baronesas, que deve começar no início de fevereiro. Vale destacar que todo esse estudo está sendo feito para que a remoção das plantas seja feita com o menor impacto ambiental possível.
Para isso, Equipes da AMMA estão projetando a contenção física e o controle biológico das plantas, a fim de que elas não voltem a se proliferar nas margens do Rio São Francisco.

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..