Trabalhadores rurais já podem se inscrever no Chapéu de Palha


Começaram as inscrições para o programa Chapéu de Palha 2017 da fruticultura no Sertão de Pernambuco. São 14 polos de inscrição distribuídos nos municípios de Belém do São Francisco, Cabrobó, Lagoa Grande, Orocó, Petrolina, Santa Maria da Boa Vista e Petrolândia. As inscrições seguem até o dia 27 de janeiro.
O benefício é voltado a auxiliares de câmara fria e de casa de embalagem, embaladores, tratoristas e trabalhadores da fruticultura irrigada do Vale do São Francisco. É preciso  maior de 18 anos e ter trabalhado com registro em carteira pelo período mínimo de 30 dias corridos entre 1º de junho e 31 de dezembro de 2016. Também é necessário ser morador de um dos sete municípios contemplados no programa.

Para se cadastrar, basta levar os originais e as cópias dos seguintes documentos: CPF, carteira de identidade, comprovante de residência, número do PIS ou NIS (cartão cidadão ou Bolsa Família), Carteira de Trabalho e contrato de trabalho rescindido. No ato do cadastro, os participantes recebem o cartão de frequência. Quem já possuir este documento, por ter participado do programa em anos anteriores, deve apresentá-lo no momento do cadastramento.

De acordo com o gerente geral de Articulação Institucional da Secretaria de Planejamento e Gestão e coordenador do programa, Humberto Vianna, é importante levar a documentação completa. “O trabalhador precisa levar a documentação exigida para que a inscrição possa ser concretizada em primeiro momento, para não restar nenhuma pendência. O trabalhador cadastrado, e se for aprovado, vai ter um benefício na entressafra. A primeira parcela sai em 30 dias após o cadastramento”.

Segundo Humberto, o trabalhador que possui o Bolsa Família vai receber o valor de R$100. Já para aqueles que não recebem esse benefíco, o Chapéu de Palha fica no valor de R$$ 232,50. “Após o cadastro, oferecemos cursos técnicos e ele é incentivado a ter uma preparação. É uma exigência do programa e é importante que o trabalhador participe. As capacitações são feitas no local da inscrição. São mais de 20 cursos e cada beneficiário pode fazer a opção do curso de acordo com o seu perfil”, explica.

Este é o 11º ano consecutivo do Programa Chapéu de Palha desde que foi reeditado, em 2007. Em 2015 e 2016, o Chapéu de Palha da Fruticultura Irrigada beneficiou mais de 20 mil trabalhadores e trabalhadoras. Outras informações sobre os locais de cadastro pelo telefone 0800.282.5158.
Confira abaixo os polos de inscrição:
Polo 01 – Centro de Convenções (Petrolina)
Av. 31 de Março, S/N, Centro
Polo 02 – Bebedouro – Escola Estadual Antonio Nunes dos Santos (Petrolina)
Av. Principal, s/n, N S 01
Polo 03 – Maria Tereza – Escola Municipal José Esmerindo Ribeiro (Petrolina)
Av. Principal, S/N, Vila – Km 25
Polo 04 – Agrovila Massangano – Escola Estadual Manoel Messias Barbosa (Petrolina)
Av. Principal, S/N
Polo 05 – N-04 – Escola Estadual Manoel Alves Nogueira (Petrolina)
Rua B, S/N, Projeto Senador Nilo Coelho
Polo 06 – N-1O – Escola Estadual Poeta Carlos Drummond de Andrade (Petrolina)
Av. Principal, S/N, Projeto Senador Nilo Coelho
Polo 07 – Tapera – Escola Félix Manoel dos Santos (Petrolina)
Av. Principal, S/N, Estrada da Tapera
Polo 08 – Escola Estadual Santa Maria – Lagoa Grande
Rua dos Estudantes, 188 – Centro
Polo 09 – Escola de Referência em Ensino Médio Dom Helder Câmara – Lagoa Grande / Vermelhos
Av. Principal, S/N – Vermelhos
Polo 10 – Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Belém do São Francisco
Av. Cel. Jerônimo Pires, 1124 – Centro
Polo 11 – Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Santa Maria da Boa Vista
Rua Joaquim Nabuco, 229 – Centro
Polo 12 – STR Petrolândia
Rua Dantas Barreto, 109 – Centro
Polo 13 – STR Cabrobó
Av. Presidente Castelo Branco, 558 – Centro
Polo 14 –  STR Orocó
Av. Prof. Ulisses Novaes Dione, 56 – Centro

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..