Confusões e contradições marcam primeiro dia de aula no Nova Semente - Blog Petrolina em Destaque

20 de fev de 2017

Confusões e contradições marcam primeiro dia de aula no Nova Semente




Hoje, dia 20 de Fevereiro, foi o dia da tão esperada volta às aulas do programo Nova Semente, que esse ano recebeu uma reformulação da nova gestão do prefeito de Petrolina Miguel Coelho.

O programa passou a ser gratuito e as creches, que antes ofereciam 14 mil vagas, Estão atendendo mais de 17.407 crianças na Educação Infantil. 
O primeiro dia de aula foi marcado por varias reclamações por parte dos pais dos alunos, que se depararam com diversos problemas. Muitos pais foram surpreendidos com as transferências dos seus filhos que antes ficavam em uma Unidade do Nova Semente, e sem aviso, foram encaminhadas para as CMEIs.
Outros Problemas detectados pelos olhares atenciosos e apreensivos das mães, foram a falta de equipamentos nas unidades, tem Nova Semente que não tem colchonetes suficiente para atender todos os alunos, além disso falta mesas, cadeiras e ventiladores nas salas.   
"A Nova Semente onde meu filho ficou não tem nada, onde meu filho vai dormir, no chão?" reclamou uma mãe aflita, ao sair inconformada de uma unidade do programa no bairro Pedro Raimundo.  
Algumas mães voltaram com seus filhos nos braços, "Só vou deixar meu filho, quando a unidade tiver condições de receber, isso é um absurdo" lamentou outra mãe. 
Segundo uma das gestoras do programa, os pais terão que comprar os colchonetes para os alunos, contrariando a promessa da atual gestão de gratuidade total no programa. 
No dia 26 de janeiro o prefeito Miguel Coelho anunciou a gratuidade total do Nova Semente, determinando proibição de pagamento de qualquer taxa para acesso aos programas de educação infantil. Assim, ficou extintas as mensalidades, anuidade, além de realização de rifas e feijoadas para arrecadação de verba compra de equipamentos para as creches públicas."Estamos priorizando o acesso das crianças ao programa. A educação infantil precisa ser garantida para todos, sem cobrança de taxas e é isso que estamos fazendo com um grande esforço", detalhou o prefeito. 
Diante de tudo isso, ainda tinha as novas "Sementeiras" que pereciam perdidas e assustadas com o "chororô" das crianças. 

Haja Bronca! 

7 comentários:

  1. Me polpe !
    sempre tiveram que comprar colchonetes e ninguem nunca reclamou !
    O programa passou a ser gratuito e as creches, que antes ofereciam 14 mil vagas, Estão atendendo mais de 17.407 crianças na Educação Infantil.
    olhaaa que legal , mais vagas pra vcs colocarem os bacuris de vocês !
    "Só vou deixar meu filho, quando a unidade tiver condições de receber, isso é um absurdo" lamentou outra mãe. ( Essa aqui concerteza não precisa do programa , é mais uma que passa o dia todo em casa e manda o guri só pra se livrar )

    ResponderExcluir
  2. Eu acho o seguinte, pra que reclamar agora vcs não votaram em Miguel agora aguente,falaram tanto de Júlio possuo e agora o prefeito de vcs não ta bom não.

    ResponderExcluir
  3. Olha!!! Francamente. Isso eh q eu chamo de "novo tempo".Querido(a)do comentário inicial, não se trata de agora atender um número bem mais elevado q a gestão de Dr. Júlio, mas faz-se necessário tbm analisar a qualidade referente ao atendimento a essas crianças e acredito q salas super lotadas não descrevem exatamente o esperado pelas mães e até mesmo pelas funcionárias q se verão em uma "saia justa" com tantas crianças em uma sala. Desorganizado sim!!! Mas quero ver se essas que hoje se desgastam sem saber o que fazer no ato da eleição teve o reconhecimento, pq hj graças a Deus não mais estou precisando do nova semente, mas ja fui servida pelo programa e tenho muita gratidão por Júlio q teve esse olhar especial não soh no cuidado com as crianças, mas com as mães que puderam contar com o benefícios do nova semente.

    ResponderExcluir
  4. Tem pessoas que não tem argumentos e também não sabe o que é ser vulgar... Gostei do comentário anterior onde pessoas que já foram beneficiadas pel programa tem o prazer de agradecer ao ex prefeito Júlio Lossio, até porque são essas pessoas ques sabem o valor da nova semente. No lugar do atual prefeito faria diferente: se não podesse melhorar piorar também não iria

    ResponderExcluir
  5. Gostaria de fazer uma crítica sobre o horário 17:00 no máximo 17:15, pra busca a criança, muitos pais precisam trabalha e me digam qual empresa liberar um funcionário pra busca um filho 17 poderiam rever a questão do horário, ou a secretária municipal ou o prefeito esqueceu que a intenção de deixa um filho na creche pra pode os país pode trabalha pra dar uma qualidade de vida melhor pra família.

    ResponderExcluir
  6. ate com cordo ! mas chamar as crianças de bacuris! (muito pejorativo)se explique anonima!!!

    ResponderExcluir
  7. Gente aí já é de mas né
    Gastam muito mas nas festas de carnavais porque não podem envestir nas novas sementes

    ResponderExcluir

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..

Total de visualizações