Porteiros de escolas estaduais de Petrolina, ameaçam paralisação para cobrar salário atrasado


O ano letivo nas escola estaduais mal começou e os problemas já começaram a aparecer, os Porteiros das escolas da rede pública estadual de Petrolina já ameaçam cruzar os braços para protestar contra o atraso no pagamento dos salários. Os servidores estão sem receber o salário equivalente ao mês Janeiro.
Após o encerramento dos contratos do governo estadual com a empresa Soservi, Os porteiros estão vivendo em um dilema, pois a empresa que ganhou a licitação para o serviço de portaria ainda não deu as caras. Os porteiros receberam apenas um email que pedia que eles continuassem as atividades desde o dia 02/01. 
Alguns porteiros procuraram a GRE - Gerência Regional de Educação, que garantiu que a atual empresa depositaria os salários nas contas dos funcionários no dia 07 de fevereiro.
Mais hoje já é 09 e nem sinal de pagamento.
 Caso o problema não seja solucionado até a ultima sexta-feira 10, os porteiros irão cruzar os braços, e algumas escolas podem ficar sem aula, pois para alguns gestores e pais de alunos alegam que as escola não tem condição de funcionar sem porteiros! 

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..