Prefeitura esclarece métodos e critérios para recolhimento de animais das vias públicas de Petrolina


O problema de cães e gatos soltos nas ruas de Petrolina é antigo e muita gente reclama da atuação do órgão municipal para sanar esse tipo de problema. De acordo com Centro de Controle e Zoonoses (CCZ), vinculado à Secretaria Municipal de Saúde e responsável pela vigilância, prevenção e controle de animais, existem métodos e critérios para o recolhimento de animais das vias públicas do município.
O médico veterinário e coordenador do CCZ, Alan Greison Macêdo, ressalta que, por lei, é de responsabilidade do CCZ recolher apenas os animais de interesse à saúde pública, ou seja, animais com doenças que podem ser transmitidas para o homem ou animais agressivos.
O recolhimento de animais saudáveis seria de responsabilidade de um órgão ambiental que, além do recolhimento, deveria fazer o controle populacional através de castrações e destinação desses animais para possíveis doações. Devido a não existência do órgão, o município acaba fazendo essa atividade complementar, porém de forma parcial. A gente recolhe o animal, faz a castração e os exames. porém, se for contatado que está saudável a gente tem que liberar ele”, ressaltou.
O veterinário adiantou que a equipe já está trabalhando junto à prefeitura para a implantação desse órgão ambiental. “Não é uma coisa simples que pode ser feita em curto prazo, mas já estamos trabalhando. Vai ser importantíssimo para separar as atribuições e melhorar o controle populacional dos animais de Petrolina”, destacou.
O veterinário ainda fala sobre a responsabilidade dos donos em cuidar do seu animal. “As pessoas têm que ter um pouco mais de responsabilidade. Saber que quando pega um animal para criar tem que prestar toda a assistência, como alimentação, vermifugação e vacinação. Antes de se pensar em criar um animal, deve-se ter a consciência que a preservação da saúde deste animal é de total e inteira responsabilidade do criador”, frisou.
Denúncias
Para fazer denúncias, a população pode ir até o CCZ e fazer o boletim com todas as informações. “Após a denúncia, a equipe da carrocinha vai até o local para apurar o fato e faz o recolhimento, se for constatada a necessidade”, explicou. É possível também fazer a denúncia por telefone através do número: (87) 3867-4774. (foto/arquivo Blog)

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..