Técnico do Petrolina, Andrade, aposta no time sertanejo para o Campeonato Pernambucano


Após a apresentação do projeto de planejamento para o Petrolina Social Futebol Clube na Univasf e de conhecer o estádio municipal Paulo de Souza Coelho, o técnico Andrade e seu companheiro na comissão técnica Dirceu, foram levados pelos dirigentes do clube para saber um pouco mais da região que mudou muito desde a última vez que o treinador esteve no Vale do São Francisco em 1981 ainda como jogador.
O destino escolhido foi conhecer um dos carros chefes da economia local, a produção de uvas e vinho, passeio muito procurado pelos turistas. A vinícola visitada foi a Rio Sol, localizada em Lagoa Grande e conhecida por seus rótulos premiados nacional e internacionalmente.
“Estou gostando muito de conhecer um pouco mais as pessoas e a cidade de Petrolina. A região cresceu muito desde que estive aqui quando ainda jogava pelo Flamengo em 1981”, diz Andrade.
O encantamento do ex-técnico do rubro negro carioca com a região foi declarado na coletiva de imprensa que aconteceu na noite de quinta-feira, dia 9 de fevereiro, no auditório do Nobile Suítes Del Rio. Na ocasião Andrade firmou o compromisso de retornar à Petrolina em abril, acompanhado de Nunes, ex-atacante, que será o diretor de futebol da Fera Sertaneja, onde dará início ao trabalho de reformulação da equipe e a colocação do Petrolina como um dos times da elite do futebol pernambucano.
O Campeonato Pernambucano está previsto para começar no início do segundo semestre e no time sertanejo, Andrade espera contar com jogadores do eixo Rio-São Paulo e também com atletas do Vale do São Francisco que passarão por testes e avaliações que serão auxiliadas pelo colegiado de Educação Física da Universidade Federal do Vale do São Francisco – Univasf.
O pontapé inicial para a mudança e crescimento do Petrolina Social Futebol Clube já foi dado para o planejamento dar certo.

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..