Beneficiários do Chapéu de Palha começam a receber bolsa em 20 de março


O Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), inicia o pagamento das bolsas aos beneficiários do Chapéu de Palha da Fruticultura Irrigada 2017 no próximo dia 20 de março. O calendário segue o cronograma do programa Bolsa Família do Governo Federal. A expectativa da Seplag é que os investimentos no benefício, apenas para a modalidade da Fruticultura Irrigada, sejam de quase R$ 1,8 milhão.
O cadastramento para a edição deste ano do Chapéu de Palha da Fruticultura Irrigada aconteceu entre os dias 23 e 27 de janeiro. As inscrições puderam ser feitas em 14 polos distribuídos nos municípios de Belém do São Francisco, Cabrobó, Lagoa Grande, Orocó, Petrolândia, Petrolina e Santa Maria da Boa Vista. Ao todo, 9.016 trabalhadores conseguiram realizar o cadastramento com sucesso. Petrolina, com 7.287 beneficiários, e Lagoa Grande, com 1.476, foram as cidades que mais cadastraram.
A expectativa do Governo do Estado era a de que a demanda por bolsas do Chapéu de Palha fosse maior que em 2016, mas os números mostraram outra realidade. “A procura foi menor do que o esperado. Tivemos uma queda de 9%, tanto nos trabalhadores que procuraram, quando no número final de cadastrados. Isto prova que outras ações do Governo do Estado estão impactando positivamente na economia da região do São Francisco. De toda a forma, é importante ressaltar o compromisso do governador Paulo Câmara em manter o Chapéu de Palha, mesmo neste momento difícil”, destacou Humberto Viana, gerente geral de Articulação Institucional da Seplag, responsável pela coordenação do Chapéu de Palha.
Puderam se inscrever nesta edição do Chapéu de Palha da Fruta os trabalhadores rurais, auxiliares de câmara fria e de casa de embalagem, embaladores ou tratoristas, maiores de 18 anos, que tenham trabalhado com registro em carteira pelo período mínimo de 30 dias corridos entre 1º de junho e 31 de dezembro de 2016. Também é preciso ser morador de um dos sete municípios contemplados no programa, citados acima, não sendo aceitos trabalhadores residentes em outras cidades.
Cadastro da Cana e Pesca – As datas para a o cadastramentos do Chapéu de Palha para os trabalhadores da Cana de Açúcar e da Pesca já estão definidas. Para a modalidade da Pesca, o Sertão e o Agreste cadastram entre 3 e 6 de abril, e o Litoral, entre 24 e 27 do mesmo mês. Já os trabalhadores da cana da Mata Norte poderão se inscrever no programa de 8 a 12 de maio, e na Mata Sul entre 22 e 26 de maio.

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..