“Milagre de Deus”, diz adolescente que caiu da ponte e teve visão de um coração no céu; Ela foi resgatada por pescadores


Com exclusividade, o Blog Edenevaldo Alves conversou com a adolescente Luana de Oliveira Ferreira, de 16 anos, moradora do bairro Alto do Cruzeiro, em Juazeiro (BA), que por um descuido, caiu da ponte Presidente Dutra, na parte do portal da estrutura e sobreviveu, após passar horas no rio São Francisco, até ser salva por pescadores, na noite de quarta-feira, (30).
Luana conta que foi fazer atividade física com o amigo e por curiosidade, resolveu atravessar a pista para saber o que tinha no meio da ponte, mas acabou caindo no rio.
“Atravessei a pista e ao invés de olhar logo, eu pensei que a parte que fica no meio da ponte era fechada, com alguma estrutura de cimento e acabei pulando. Caí de costas e me encostei em uns ferros que ficam lá embaixo, percebi que estava raso e como já fiz natação um certo tempo, comecei a subir porque e vi as luzes da ponte, mas não consegui e comecei a boiar, deixei a água me levar e comecei a pedir perdão a Deus e fui orando”, conta.
A adolescente relata que no momento em que estava sendo levada pela correnteza, olhou para o alto e percebeu que o céu estava nublado, com relâmpagos. Foi aí que ela diz ter visto um sinal em forma de coração.
“Pedi uma luz a Deus para continuar vivendo, foi quando olhei para o céu e tive a visão de um coração, depois fui levada para um lado ainda mais escuro do rio. Em alguns lugares só observava algumas luzes, pedia socorro, mas ninguém ouvia, em seguida mergulhava, ficava por cinco minutos nadando e começava a boiar novamente, mas sabia que Deus tinha me dado uma nova chance, após esse sinal”, complementa.
Depois de passar quatro horas lutando para sobreviver diante da correnteza forte das águas do rio São Francisco, a adolescente conseguiu se apoiar em uma pedra, mesmo já sem fôlego e com a aparência cansada.
“Eu já estava ficando com sono e cansada de tanto nadar e boiar. Foi quando percebi uma pedra. Eu tentava me apoiar nela, mas escorregava, aí encontrei um buraco ao redor, apoiei o meu pé e consegui subir, passei por essa pedra várias vezes, que fica perto de uma ilha, onde estavam quatro pescadores, gritei bem alto e pensei que era alucinação, mas eles perceberam os gritos de socorro e cansei de chamar, mas eles chegaram, depois fui colocada no barco e desmaiei. O segredo foi ficar tranquila, boiando. A dica é deixar a correnteza levar e não entrar em desespero”, relata.
Após acordar, os homens que fizeram o resgate perguntaram a adolescente se ela tinha o número de telefone de algum parente. Foi quando ela lembrou do pai e informou que estava viva.
Durante esse tempo, os parentes da jovem que aguardavam nas margens do rio no bairro Angary, em Juazeiro, disseram que o Corpo de Bombeiros foi acionado, mas que foi negligente, pois não realizaram as buscas e que só fariam no outro dia,  já que teriam alegado a falta de equipamentos que poderiam salvar a adolescente no horário da noite.  A equipe teria dito à família que as chances da mesma ter sobrevivido eram mínimas.
“Foi milagre de Deus, mas agora temos que lutar pelos nossos direitos, pois a equipe do Corpo de Bombeiros praticamente relatou para a minha família que eu estaria morta, não foram atrás, mas estou aqui para contar que tive a chance de ter uma nova vida”, finaliza a adolescente.
Blog Edenevaldo Alves 

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

3 De sua opinião, participe!

De sua opinião, participe!
Anônimo
1 de abril de 2017 13:53 delete

Deus é misericordioso����

Reply
avatar
Silvia oliveira
2 de abril de 2017 17:44 delete

Um milagre ....graças à Deus

Reply
avatar
4 de abril de 2017 13:10 delete

Foi um grande milagre de Deus Deus e fiel

Reply
avatar

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..