Pai se indigna após demora em atendimento de filha em AME do bairro Ouro Preto


Após esperar mais de uma hora por um atendimento a sua filha de apenas 6 meses de vida, o radialista Ramos Filho usou as redes sociais para relatar o descaso que viveu na AME do bairro Ouro Preto, em Petrolina, na manhã desta quinta-feira (02).
Sua publicação já possui mais de 200 curtidas, três compartilhamentos e mais de 60 comentários de apoio ao desabafo de Ramos Filho. Confira o post na íntegra:
“Na manhã desta quinta-feira (02/03), minha filha, uma bebê de apenas 6 meses, amanheceu com febre de 39 graus, tosse, coriza e outros sintomas de gripe.
Eu e minha esposa, levamos a criança ao AME do bairro Ouro Preto, na qual nossa família é cadastrada para atendimento. Após os procedimentos iniciais, fomos encaminhados para atendimento com uma médica, que estava de serviço no local.
Mesmo informando a situação a criança, aguardamos por mais de 1 hora e não fomos atendidos pela médica, e desistimos de aguardar. Quero aqui chamar a atenção da coordenação da referida AME; da secretária municipal de Saúde, Magnilde Cavalcante de Albuquerque e do prefeito Miguel Coelho, para a necessidade de orientar melhor a equipe, no sentido de otimizar o atendimento, sobretudo, a crianças e idosos, em situações emergenciais, como febre alta, caso da minha filha.
Este péssimo atendimento que ocorre na AME do Ouro Preto e certamente em outros bairros, pode custar vidas.”

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..