Compesa implanta rede coletora na Orla II para impedir contaminação das águas do São Francisco


Para evitar o lançamento irregular de esgoto nas águas Rio São Francisco, em Petrolina, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) iniciou, nesta segunda (10), uma obra para implantação de rede coletora na Orla II (Avenida José Theodomiro de Araújo). A intervenção vai atender dois estabelecimentos comerciais, que não possuem rede coletora e utilizam fossas sépticas como destino final de seus efluentes. A Compesa investe R$ 70 mil na obra, que deve ser concluída no dia 19 deste mês.
“Com essa intervenção iremos impedir que essas fossas contaminem o São Francisco, tendo em vista que os estabelecimentos estão localizados às margens do rio”, informa o gerente de Unidade de Negócio da Compesa, João Raphael de Queiroz. Uma equipe de dez profissionais e máquinas foram mobilizados para fazer a implantação de 250 metros de tubulações na Orla II. Após a finalização da obra, o esgoto produzido pelos estabelecimentos será destinado à Estação Elevatória Centro e de lá, será transportado até a Estação de Tratamento de Esgoto, que fica localizada na Pedra do Bode.
Para realizar os serviços, só será necessário interditar parcialmente a Avenida José Theodomiro de Araújo – que possui duas faixas – entre os dias 17 e 19 de abril.

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..