Greve Geral: Patrões podem descontar dia de funcionário que aderir a paralisação


Quem pretende aderir à Greve Geral nacional nesta sexta-feira (28) tem que ficar atento. De acordo com o advogado Rômulo Saraiva, quem faltar ou se atrasar para o trabalho pode ter o dia descontado da folha de pagamento e ainda ser penalizado já que a paralisação foi declarada como ilegal. A manifestação é contra a Reforma da Previdência e a Reforma Trabalhista em discussão na Câmara de Deputados proposta pelo governo do presidente Michel Temer.
Para as pessoas que não conseguiram chegar no trabalho por causa da paralisação, o advogado dá algumas dicas para não serem penalizados. “Nestes casos, recomenda-se que o empregado busque se acautelar de documentos e provas no sentido de mostrar que tentou chegar. Ele pode fazer fotografias do terminal de ônibus, dizendo que a parada estava muito cheia, filmagens e troca de mensagens com o empregador”, sugeriu. (Jornal)

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..