Justiça Eleitoral reprova contas de campanha de Adalberto Cavalcanti


O deputado federal Adalberto Cavalcanti (PTB) terá de dar explicações à Justiça Eleitoral sobre os gastos de sua campanha a prefeito de Petrolina,  em 2016. O parlamentar sertanejo teve as contas reprovadas pelo juiz eleitoral Sydnei Alves Daniel, o qual constatou uma série de irregularidades cometidas por Adalberto.
Entre elas estão a omissão de receitas, a emissão de recibos eleitorais após a prestação de contas final, a alteração injustificada de gastos entre a prestação de contas final e a prestação de contas retificadora, a omissão de relatórios financeiros e a divergência entre fornecedores indicados e a base de dados da Receita Federal do Brasil.
A reprovação das contas de Adalberto foi recomendada pelo Ministério Público Eleitoral. A decisão do juiz foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE) do último dia 25 de maio. O Blog reserva espaço para o deputado, caso tenha interesse em dar sua versão sobre o fato.

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..