Odacy Amorim defende “castração química” para os tarados


O deputado Odacy Amorim (PT) defendeu nesta quarta-feira (17), na Assembleia Legislativa, a aplicação de castigos mais rígidos a pessoas acusadas pela prática de crimes sexuais.
Segundo ele, na Semana Nacional de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é preciso “tomar medidas mais duras” contra os acusados de estupro e pedofilia, “inclusive a castração química”.
O deputado lembrou a prisão, no Recife, de um homem suspeito de violentar quatro enteadas, além de uma criança de dois anos, filha de uma das vítimas.
Segundo ele, o acusado já teria sido investigado em 2011 por supostamente haver estuprado a própria filha.
“A Justiça precisa existir de fato. Como se deixa um pedófilo solto para fazer a mesma coisa pouco tempo depois?”, perguntou o representante do PT.
Para ele, o abuso sexual de crianças e adolescentes provoca traumas que acompanham a vítima pelo resto da vida, o que justifica a necessidade de punir os pedófilos com penas mais rígidas.
Odacy Amorim é evangélico e nas eleições de 2016 foi candidato a prefeito de Petrolina, tendo ficado em segundo lugar.

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..