Vereador Gabriel Menezes quer barrar “assistencialismo à saúde” praticado na Câmara de Petrolina



Uma prática antiga na Câmara Municipal de Petrolina encontrou uma voz que pretende colocar o tema na ordem do dia no Poder Legislativo. Trata-se do vereador de primeiro mandato, Gabriel Menezes (PSL), da bancada da oposição na Casa Plínio Amorim. Conforme argumentou, ele sempre achou essa prática negativa e que já o incomodava antes de se eleger. O tradicional ‘jeitinho’ que parte dos vereadores petrolinenses pratica para atender eleitores, em troca da longa espera dos cidadãos comuns, é para o parlamentar, uma forma desleal para com os demais petrolinenses que penam em filas nos postos e hospitais públicos para conseguir uma consulta ou um exame por mais simples que seja.
“A meu ver, isso está errado e vou focar nessa discussão na Casa Plínio Amorim. Não é justo uma pessoa comum, contribuinte como todas, esperar pela realização de um exame ou o resultado em média um, dois meses, porque vereadores assumiram essa prática de arrumar um jeito e furar a ordem de espera, conseguindo o mesmo procedimento em tempo ágil. Isso não pode acontecer. Essa prática está errada e vamos discutir isso sim”, frisou Gabriel.

Petrolina 26/05/2017 às 15:02  Blog do Carlos Britto 

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..