Vereador Rodrigo Araujo é elogiado em discurso proferido na Casa Plínio Amorim



Na Sessão Ordinária desta quinta-feira, 25 de maio, o Vereador Rodrigo Araujo, líder do PSC na Câmara Municipal e Presidente da Comissão de Agricultura, Interior e Meio Ambiente, discursou na Tribuna, destacando aspectos de cunho pessoal e coletivo. No aspecto pessoal, o Vereador rebateu críticas de um determinado blog que o definiu como ser calouro, calado e de não saber se é de situação. Rodrigo Araujo foi enfático ao afirmar que, mesmo sendo novato, tem mais de 70 indicações, 13 requerimentos e 09 projetos de lei em tramitação na Casa. Destacou que o silêncio não significa ausência de trabalhos em prol do povo petrolinense, seja na Câmara, nos bairros ou no Interior, coisa que vem acontecendo com frequência e no ritmo previsto. Diante do exposto sobre ser de situação, o Vereador Rodrigo deixou bem claro em sua fala: Quero reafirmar categoricamente que sou um vereador de situação e demonstrarei meu total apoio ao prefeito Miguel Coelho, nas suas iniciativas. O Vereador foi bastante elogiado e os edis Gaturiano, Ruy Wanderley, Aero Cruz, Júnior Gás, Gilberto Melo, Ronaldo Silva, Zenildo e Pastor Alex pediram aparte para destacarem o trabalho que ele vem realizando. Justificaram que ele não é calouro, mas uma grata revelação nos trabalhos da Casa e um grande companheiro de trabalho, que veio para engrandecer e honrar o seu partido e a Casa Plínio Amorim. No aspecto coletivo, Rodrigo Araujo enfatizou sobre o dia a dia na Câmara Municipal: É sempre importante o debate sadio, coerente, com argumentos sólidos para não darmos a sensação de falta de credibilidade naquilo que aqui é exposto. Rodrigo Araujo concluiu o seu discurso, destacando a figura do seu pai, Durval Araujo, ex-vice-prefeito e ex-vereador, cuja competência, à frente de trabalhos em prol da nossa cidade, continua a inspirá-lo, com gestos de dignidade e honestidade que conduzirão o exercício do seu mandato.

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..