Gabriel Menezes afirma que valorização de artistas locais no São João de Petrolina fica só na teoria


Nem só de elogios vive o São João de Petrolina deste ano. Integrante da bancada de oposição, o vereador Gabriel Menezes (PSL) viu várias falhas nos festejos que estão acontecendo no Pátio Ana das Carrancas, zona oeste da cidade.
Num discurso realizado durante a sessão plenária na manhã desta quinta-feira (22) na Casa Plínio Amorim, Gabriel elencou algumas críticas, a começar pela grade de artistas locais, cujos cachês foram reduzidos em detrimento das atrações de renome contratadas para a festa.
“Eu discordo da prefeitura e da secretária Maria Elena (Cultura), que afirmam que nunca houve uma valorização aos artistas da região como agora”, reclamou, referindo-se a um projeto de lei da então vereadora Maria Elena, aprovado pela Câmara Municipal, que determinava à prefeitura destinar 50% da grade de programação aos artistas da terra. Para Gabriel, não adianta garantir os artistas locais nos festejos, se seus cachês foram reduzidos – a exemplo do de Targino Gondim e de Samuel Menino de Rua.
Ele também criticou o valor de R$ 15,00 cobrado no estacionamento, além do horário marcado para começar a programação – a partir das 18h30. “Quem trabalha no comércio, acaba perdendo seu artista preferido porque ele tocou mais cedo”, afirmou. As críticas foram respaldadas pelos demais integrantes da bancada.

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..