Seca no Rio São Francisco ameaça geração de energia



O lago da Usina Hidrelétrica de Sobradinho atingiu seu ponto mais crítico devido ao prolongamento da seca no São Francisco: está com apenas 15% da sua capacidade total. Na mesma época do ano passado, o reservatório estava com quase 27% da capacidade. Até a metade de junho, entravam no lago 500 metros cúbicos de água por segundo e saíam 700 metros cúbicos.

Desde a semana passada, o operador nacional do sistema elétrico, em conjunto com a Agência Nacional de Águas e os representantes dos usuários, decidiram reduzia a vazão para 600 metros cúbicos por segundo. Novas medidas podem ser tomadas nos próximos meses.

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..