União de Pastores de Petrolina repudia atitude do Pastor acusado de cometer abuso sexual


A União de Pastores Evangélicos de Petrolina (Upepe) emitiu nota de repúdio contra o líder da Igreja Pentecostal Monte Moriá, localizada na Rua 21 do Loteamento Recife, zona norte da cidade, que foi preso na última terça-feira (30) suspeito de abusar sexualmente de sete adolescentes.
Na nota, a Upepe esclarece que o suspeito não faz parte da associação, é desconhecido pela maioria dos pastores de Petrolina e repudia veementemente a prática que teria sido cometida pelo homem.
O pastor foi preso pela Polícia Civil (PC) dentro da igreja. Conforme a PC, foram apreendidos no quarto do líder religioso computadores e uma porção de maconha. As sete vítimas foram ouvidas ainda na terça-feira. O pastor foi encaminhado à Penitenciária Dr. Edvaldo Gomes.

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..