Desde fevereiro, mãe busca tratamento para filho com estrabismo em Petrolina


A dona de casa, Lizandra Layza usou as redes sociais para fazer um apelo ao prefeito de Petrolina Miguel Coelho (PSB). Ela informou ao blog, que o tratamento de saúde, do seu filho de 7 anos, foi interrompido no final da gestão de Júlio Lóssio.
Lizandra é mãe de três crianças e o mais velho, apresenta problema na visão desde os 4 anos e iniciou o tratamento em julho de 2016, na clínica do então prefeito Júlio Lossio, que tinha convênio com o Sistema Único de Saúde (SUS). Ainda segundo Lizandra, no retorno que deve ser feito a cada três meses, a criança apresentou melhoras em novembro e um novo retorno deveria ser feito em fevereiro, entretanto ela não conseguiu agendar.
“Depois que mudou a gestão, para Miguel Coelho o convênio do SUS com o Instituto de Olhos, foi encerrado e desde fevereiro que eu tento remarcar. Já falei com a assessora de Julio Lóssio, mas fui informada que teria uma reunião para ver como ficaria a questão, porque tem muitos pacientes que são conveniados e que não estão sendo atendidos, porque foi cortado. A consulta é R$ 230,00 e infelizmente eu não tenho como pagar. Eu só queria uma informação de Miguel Coelho para saber se já existe um especialista (além de Júlio Lóssio) ”.
O blog entrou em contato com a assessoria de comunicação da Secretaria de Saúde, que informou que o convênio com a clínica, já estava encerrado quando a nova gestão tomou posse e que de imediato foi iniciado o processo licitatório, para que o serviço fosse retomado. A assessoria ainda informou, que o processo está em fase final e que a Lizandra vai poder continuar o tratamento do filho em breve. No momento a mãe deve levar a criança até a AME do seu bairro para receber orientação ou na secretaria de saúde do município.
Blog do Waldiney Passos


Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..