Um dos donos de esmeralda gigante avaliada em R$ 500 milhões é de Petrolina


Mais uma esmeralda gigante, que tem 60 centímetros de altura e pesa 137 kg, foi encontrada na Mina da Carnaíba, localizada na cidade de Pindobaçu, no norte da Bahia, região conhecida pela exploração mineral. A pedra foi encontrada na mesma região onde foi localizada, no ano de 2001, uma esmeralda de 380 kg, avaliada em mais de R$1 bilhão de reais. Essa é a terceira pedra de grande porte encontrada na região.
A pedra foi achada pela Cooperativa Mineral da Bahia, que possui autorização para explorar a área, e vendida a dois empresários, sendo um de Petrolina (PE) e o outro de Curaçá (BA). Por razão de segurança, os donos da pedra não quiseram se identificar, mas o advogado deles, José Cícero de Melo, informou que todos os laudos e notas fiscais já estão em mãos e pedra totalmente regularizada. Agora, com o minério totalmente legalizado, os donos estão autorizados a transitar com ele em território nacional.
O laudo técnico que atesta a pureza da pedra foi feito pelo geólogo e gemólogo, Franco Weber (CREA 7711/D), da Kuluene Geologia e Mineralogia (Gemas e Metais). No laudo, o profissional atesta que a pedra é “classificada como cristais de esmeralda”.
Com exclusividade a este Blog, o donos informaram que a esmeralda foi avaliada em R$ 500 milhões de reais. Os proprietários ainda adiantaram que vão dar visibilidade à pedra através de exposições em museus e galerias no exterior.
Informação Blog do Carlos Britto 

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..