Vistoria apresenta varias irregularidades em Unidades de saúde de Petrolina


Após apresentação de denúncias na Assembleia Geral Extraordinária dos médicos de Petrolina, no Vale do São Francisco, o Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe) e o Conselho Regional de Medicina (Cremepe) deram início, na quarta-feira (19), uma série de fiscalizações nas unidades de saúde do município. A equipe encontrou diversos problemas nos postos, como infiltrações, mofo nas paredes, cupins nas portas, torneiras e portões quebrados, salas quentes, medicamentos mal armazenados, pessoas sendo atendidas no sol, além de lixo contaminado (expurgo) em fácil acesso a quem trafega no local.
Durante o dia foram fiscalizadas quatro unidades. Entre elas, a Unidade Básica de Saúde (UBS) do Projeto N04, que sofre com problemas estruturais e alta demanda. Pior situação foi encontrada na UBS de Bebedouro, a qual funciona em apenas duas salas emprestadas pelo Distrito de Irrigação, pois o prédio da referida unidade sofreu desabamento do teto e que hoje está completamente abandonada.
A situação se repete na Unidade de Saúde da Família Januário Ferreira Nunes (Pedrinhas e Distrito Serrote do Urubu). Os locais não tem tem sala de espera, os consultório estão sem portas, lixo contaminado em fácil acesso ao público, falta de recepção e espaço para locomoção de cadeirantes, além de problemas estruturais como infiltrações.
O trabalho de fiscalização continua na cidade cumprindo as deliberações de AGE da categoria. A ação tem o objetivo de mostrar o quão precária está a rede de saúde do município de Petrolina com todas essas situações, além ainda dos salários defasados.
Veja fotos das unidades fiscalizadas:

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..