Acusado de participação em morte de PM de Petrolina é preso durante blitz



Um dos acusados de participar da morte do policial militar Edjemmy Silva Santos, de 33 anos, foi preso no Bairro Mandacaru, zona norte da cidade, na madrugada deste domingo (27/08/17). Rigel Rodrigues da Silva, 30 anos, foi detido durante uma blitz do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM). Contra ele havia um mandado de prisão em aberto. O acusado foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil (DPC).
O policial Edjemmy Silva Santos integrava o grupo de Rondas Ostensivas Com Apoio de Motocicletas (Rocam), do 5º BPM, e foi morto em um bar na avenida principal do bairro José e Maria, zona norte de Petrolina, na madrugada do dia 1º de março de 2015. Ele foi executado com um tiro na nuca.
Antes de ser assassinado, o PM, segundo a polícia, estava no estabelecimento com sua esposa e teria advertido um grupo de homens que estava consumindo drogas no local. Em seguida ele teria deixado sua esposa em casa e voltado para o estabelecimento, momento em que teria iniciado uma discussão com o grupo.
Após a discussão, os suspeitos saíram do local e voltaram logo depois, efetuando o disparo contra a vítima, que morreu na hora. Segundo informações, Rigel Rodrigues da Silva é o segundo a ser preso, enquanto outros dois acusados de participação no crime ainda estão foragidos. (foto/arquivo reprodução)

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..