Comunitários do Rio Corrente reclamam de água chegando “a conta-gotas” nas torneiras há um mêS


Revolta. Esse é o único sentimento dos comunitários que residem na Rua 45 do Bairro Rio Corrente, zona oeste de Petrolina. O problema é comum a vários bairros da cidade: abastecimento d’água.
No caso da Rua 45, o cenário é ainda pior. De acordo com Francineide Lima, uma das moradoras, há um mês a água chega praticamente a conta-gotas, e somente nas madrugadas. Sem esconder o aborrecimento, ela clama à Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) por providências.
Segundo Francineide, por situação semelhante está passando o Jardim Petrópolis, na mesma área. Com a palavra, a Compesa.

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

1 De sua opinião, participe!:

De sua opinião, participe!
24 de agosto de 2017 09:39 delete

É verdade é o São Gonçalo tá do mesmo jeito a um mês está faltando água e chegando de gota em gota, mal dá pra encher a caixa.

Reply
avatar

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..