Gravida de gêmeos perde um dos filhos durante parto no HDM/IMIP, familiares acusam negligência médica



Na manhã de hoje 09 de agosto de 2017, a população de Petrolina ficou chocada com mais uma histórias de tristeza que aconteceu no Hospital IMIP Dom Malan em Petrolina. 
Vários programas de rádios da cidade receberam ligações dos familiares de uma gravida de gêmeos, chamada  Shislane Milhomes Cavalcantes, moradora do bairro Vila Eulalia em Petrolina. 
Os familiares denunciavam que Shislane teria começado a sentir as dores do parto no ultimo sábado (05), e foi levada ao Imip por volta de 8h, no hospital os médicos encaminharam a mesma para sala de triagem, para induzir o parto normal, e mesmo chegando a ficar com 7 cm de dilatação, a gestante recebeu a receber alta, mas antes mesmo de sair do hospital as dores ficaram ainda mais fortes, levando a gestante ao desmaio. Surgiu a suspeita de que os bebes teriam defecado dentro do útero da mãe, e por volta das 3h,  a alta  foi suspensa e a gestante foi encaminhada as pressas para sala o parto. 

O parto foi feito na madrugada de hoje, um dos bebes está na UTI do hospital e o outro não resistiu - Não fomos informados de o bebe nasceu morto ou veio a morrer após o parto -.a mão dos bebes está em estado grava. 

Até o fechamento dessa matéria, a família não tinha conseguido ver o corpo da criança que faleceu e nem visitar Gislane e o bebê que sobreviveu ao parto.

No Facebook a irmã da vitima fez um desabafo, confira na integra: 

 "É com muita dor no meu coração que venho comunicar que o Hospital Dom malan (IMIP) fez mais uma vítima, dessa vez um dos bebês de minha irmã. 

por qual motivo? 
O de sempre a demora para fazer o parto, Pois é isso continua acontecendo e ninguém toma uma providência,
Até quando vamos presenciar esse tipo de coisa, até quando vamos aturar os médicos e enfermeiros negligentes que pensam que sabem de tudo e que vão continuar matando inocentes.
Ontem dia 8/8/2017 mandaram ela para casa, ela sentindo dor, ela com 8 de dilatação e mesmo assim mandaram ela para casa, mas como sempre ela é muito teimosa permaneceu no hospital e lá a humilharam expulsando ela de lá, 
o tempo todo pedindo para ela sair que ela estava de alta mas ela continuou esperando alguém atender, então senhores é o que eu me pergunto e se ela tivesse seguido essa recomendação Será que agora ela estaria chorando perda só de um filho???
Isso não pode ficar impune" finalizou. 


Com a palavra a acessoria do IMIP Dom Malan. 

Em breve postaremos mais informações sobre o Caso. 

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

1 De sua opinião, participe!:

De sua opinião, participe!
9 de agosto de 2017 12:17 delete

Muita força nesse momento difícil da sua vida,que Deus ilumine sua família. Deus te ama! Shislane e Diego

Reply
avatar

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..