Homem que espancou enteado até a morte é condenado a 19 anos de prisão em Petrolina


Terminou a pouco o júri popular de Patricx Catarino de Assis, acusado de ter espancado até a morte seu enteado de dois anos no dia 21 de abril, em Petrolina. Ele foi condenado por homicídio qualificado com motivo fútil e meio cruel, sua pena é de 19 anos de prisão em regime fechado.
CASO
O fato aconteceu no Bairro Areia Branca, o padrasto empurrou, chutou e ainda jogou a criança contra a parede. O autor da violência, ao perceber o desmaio, saiu correndo com ele nos braços pedindo ajuda a uma vizinha e disse que o menino tinha caído de bicicleta. O homem e a vizinha levaram a criança para o Hospital Universitário (HU). O padrasto continuou afirmando que a criança tinha caído de bicicleta, mas segundo a polícia, a médica que fez o atendimento, estranhou a história e os hematomas e chamou a polícia. Com a chegada do policial, o homem foi interrogado e confessou as agressões. O autor da violência foi preso em flagrante.

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..