Jumento fica preso há quatro dias, sem água nem comida no Bairro KM-2 em Petrolina

Essa história é daquelas que dói de olhar e ainda mais de contar. Mas nem toda indignação que qualquer ser humano sensível possa ter, doerá mais do que os ferimentos desse animal da foto acima – um jumento que está amarrado, sem água nem comida, na Rua Humberto Soares, Bairro KM-2, em Petrolina.

Um leitor do Blog contou que a situação já dura quatro dias e ninguém teria aparecido no local para sequer dar um gole d’água ao jumento, que ainda enfrenta o sol quente, pois o terreno não tem árvores.
De acordo com o leitor, ele já teria entrado em contato com o Centro de Zoonoses e Ministério Público, mas até agora nada foi feito e o animal continua sofrendo, aprisionado e entristecido, ao lado de um muro. Um verdadeiro absurdo.
Em contato com a assessoria de comunicação do Centro de Zoonoses, o Blog foi informado que uma equipe foi encaminhada ao local na manhã de hoje (8) e o animal já foi recolhido. Conforme a assessoria, ele ficará no abrigo até que o dono apareça. (foto/divulgação)

Blog do Carlos Britto 

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..