Ser abordado por dois homens em uma motocicleta em Petrolina, é assustador


O crescimento da violência em Petrolina, no Sertão Pernambucano, tem preocupado a população do município. Se antes as pessoas podiam andar tranquilamente nas ruas da cidade, hoje o medo aflige a todos mesmo dentro de casa.
De todos os tipos de crimes que acontecem, um tem chamado a atenção. O modus operandi, ou modo de operação, dos criminosos é sempre o mesmo. Dois homens em uma motocicleta praticam assaltos e, em casos mais graves, cometem homicídios. O suficiente para amedrontar os cidadãos.
Não é difícil encontrar em grupos do aplicativo WhatsApp denúncias de duplas cometendo assaltos em motocicletas nos bairros da cidade. “Cuidado! Dois homens armados cometendo assaltos em uma cinquentinha no bairro Terras do Sul”, dizia um dos anúncios em um desses grupos no início dessa semana.
No dia 04/08/2017, o jovem Educador Físico Cássio Eduardo foi assassinado covardemente no bairro Vila Eduardo com um tiro no pescoço. O crime? Dois homens armados em uma moto. Não havia envolvimento com drogas, nem com armas, nem com dívidas. Simplesmente tentou proteger o que era seu.
Terça-feira 29/08/2017, mais um caso. Um jovem de 24 anos foi assassinado em sua residência, na frente de sua companheira no bairro João de Deus. O crime? Dois homens armados em uma moto. Chegaram, pediram para a mulher sair de perto e pronto! Mais uma vítima. Segundo o pai, o jovem tinha envolvimento com drogas.
Em 2015, a surpresa. Petrolina como o município com maior crescimento de assassinatos. Um aumento de 57,6% em relação a 2014 e a liderança da estatística.
O fato é que os cidadãos petrolinenses não têm mais sossego, andam inquietos enquanto seguem pela cidade. Rapidamente a violência vai se tornando incontrolável em um município onde pouco tempo atrás a segurança reinava.

Blog do Waldiney Passos 

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..