Homem agride companheira com uma marreta e põe fogo na casa dela em Petrolina

IMAGEM DA INTERNET 

Nos últimos dez anos, uma mulher de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, viveu uma triste rotina de agressões físicas, verbais e psicológicas. Mãe de sete filhos, a vítima, de 40 anos, foi espancada mais uma vez por seu companheiro no início desta semana. A mulher foi atingida por um golpe de marreta na cabeça porque tentou impedir que o homem vendesse o botijão de gás da família. “Ele queria vender o '‘bujão’. Aí ele começou a brigar porque queria levar '‘bujão’. Eu disse que ele não ia levar porque custou meu dinheiro. E ele pegou e lascou a marreta em mim, na minha cabeça”, conta a vítima. A família morava em um cômodo, nos fundos da casa da mãe da vítima, no bairro Antonio Cassimiro, na Zona Norte de Petrolina. Depois de agredir a mulher, o homem aproveitou que a vítima e os filhos saíram do local e tocou fogo, destruindo todos os objetos da família. As chamas ainda atingiram as paredes de uma casa vizinha. Após causar o incêndio, o homem fugiu levando dois dos sete filhos do casal. Quatro ficaram na casa de uma vizinha e apenas a mais nova ficou com a mãe. A vítima procurou a polícia e prestou queixa, mas, até o momento, o homem não foi preso. “Eu só quero cuidar de meus filhos, só. Ser feliz, em paz”, deseja a mulher.

G1  Petrolina 

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..