Pai de deficiente auditiva faz duras críticas ao passe livre em Petrolina



O líder comunitário do bairro Dom Avelar, em Petrolina (PE), Rogério Silva, enquanto pai de uma filha deficiente auditiva, fez duras críticas ao passe livre na cidade. Com outros deficientes na família, Rogério não acha que a gratuidade nos transportes públicos do município está sendo garantida.
“Eu faço uma avaliação de que esse decreto que o prefeito assinou é uma farsa. Apenas para tentar ludibriar as pessoas que realmente necessitam. Estou falando enquanto pai revoltado. Fui buscar o cartão da minha filha e para minha surpresa, só são 60 passagens. A minha filha pega quatro ônibus por dia para ir para a escola, precisando de 88 passagens. Significa que eu vou ter que pagar 28 passagens integral. E não foi isso que o prefeito prometeu”.
Rogério questionou o fato das passagens serem limitadas. “Ele está dando passe livre escolar, é isso? Minha filha não tem direito a ir em uma igreja, em um passeio? Está errado”, criticou.
O líder comunitário pediu para que o prefeito da cidade revesse a situação para organizar a distribuição de passes de forma justa. “A gente quer que o prefeito Miguel Coelho, juntamente com o procurador do município, busque uma saída para organizar de forma correta. Estão discriminando mais ainda as pessoas com deficiência. Muitas mães estão revoltadas, nós vamos nos reunir novamente para tratar desse tema”.

Blog do Waldiney Passos 

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..