Internautas acusam palhaço de apalpar seio de criança, durante uma transmissão na Rede Globo


Internautas acusam um palhaço de apalpar o seio de uma criança durante a transmissão ao vivo do Dia das Crianças no Parque 13 de Maio, na última quinta-feira (12). O registro foi feito pela Rede Globo e exibido pelo NETV 1ª Edição. No vídeo, a repórter conversa com o âncora do jornal enquanto o artista aparece na parte de trás do vídeo tocando nas partes da garota.
Na mesma postagem, no entanto, internautas discordam de que o movimento do palhaço tenha sido intencional e afirmam que ele estava apenas afastando a garota da filmagem. Confira o momento compartilhado nas redes sociais:


Após a grande repercussão, suposto caso de assédio que ocorreu no Dia das Crianças em um evento realizado no Parque 13 de Maio, na última quinta-feira (12), será investigado pela Gerência da Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA). Durante uma transmissão ao vivo feita pela Rede Globo e exibida pelo NETV 1ª Edição, internautas acusaram um palhaço de apalpar o seio de uma criança.
No vídeo, a repórter conversa com o âncora do jornal enquanto o artista aparece na parte de trás do vídeo tocando nas partes da garota. Na Internet, outros internautas discordaram da acusação e disseram que o palhaço estaria apenas afastando a menina para que ela não atrapalhasse a transmissão global.
Em entrevista ao LeiaJá, o delegado Ademir de Oliveira, gestor da GPCA, informou que a partir da próxima segunda-feira (16) o caso será investigado e a prioridade da Polícia Civil é localizar a vítima e os seus familiares. 
"Vamos tomar as providências cabíveis. A parte mais difícil é conseguir encontrar a vítima, que parece ser uma criança. O suspeito é mais fácil de encontrar porque o nome dele já está sendo divulgado nas redes sociais", explicou o delegado. De acordo com Ademir, é importante que os familiares da vítima procurem a delegacia caso queiram fazer o boletim de ocorrência. 
O gestor também informou que irá entrar em contato com a Rede Globo Nordeste para solicitar todas as imagens gravadas durante a festividade no Parque 13 de Maio. "Vamos analisar se tiveram outros momentos semelhantes ao do vídeo que viralizou e também averiguar a cena com mais detalhes nos movimentos", contou. 
Após o caso ser veiculado na imprensa, o palhaço foi identificado pelos internautas e gravou um vídeo para se defender das acusações. Conhecido como 'Palhaço Cacareco', o homem, que se identificou como Wellington diz que trabalha na profissão há 30 anos. 
"Apenas tentei tirar a menina de cima da repórter. Quando eu peguei no braço e toquei no ombro, da a impressão que eu toco no peito dela. Mas isso não aconteceu. Carpina em peso sabe do meu comportamento. Sou respeitador e direito. Peço que me apoiem", diz em um trecho do vídeo. 
Confira a defesa do Palhaço:

Embed:

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..