Mãe denuncia que filho passou quase quatro dias com fome e que precisou se humilhar para ele ser atendido no HU de Petrolina


A professora da rede municipal de ensino em Petrolina-PE, Maria Aparecida Rodrigues, está indignada com a forma como ela e sua nora, Leila Lopes, foram tratadas no Hospital Universitário (HU). Ela conta que passou quase quatro dias em busca de atendimento para seu filho, Jackson Franco Rodrigues. Jackson precisava trocar a Sonda Gástrica, aparelho por onde se alimenta e toma os medicamentos.
Ele sofreu um grave acidente de moto há 9 anos quando morava em Salvador-BA e desde então só se alimenta e é medicado por meio da Sonda. “Meu filho passou quase quatro dias com fome, além de correr risco de vida, em tempo de ter uma convulsão e um infarto por não estar podendo tomar os remédios, simplesmente porque passamos quatro dias sendo mandado de volta para casa”, relata Aparecida.
Revoltada, a professora contou que essa não é a primeira vez que chega com o filho na unidade para realizar o procedimento e é “humilhada” por enfermeiros e médico plantonista. A Sonda deve ser trocada a cada 5 meses e sempre ela diz passar por essa ‘via crucis’. Conforme Maria Aparecida,  simplesmente os enfermeiros e os médicos que eram consultados, mandavam ela, a nora e o filho, voltarem para casa, pois não tinham como atender o paciente.
“Era ou voltar para casa ou procurar outro hospital, dizendo que não tinham como atender meu filho. Só na tarde desta segunda, 16, que minha nora já tendo passado por nova humilhação pela manhã, quando até a assistente social que veio falar com ela, a mandou ir embora também, que o médico do plantão  da tarde se comoveu, não apoiou a atitude dos colegas e fez o procedimento em meu filho. Lamento ter que passar por tanta humilhação. Sou funcionária pública também e sei da importância de se atender bem as pessoas. Foi humilhante a situação como vem sendo desde que ele veio morar aqui e precisa deste hospital em Petrolina”, concluiu Aparecida Rodrigues.
Com a palavra, a direção do HU de Petrolina para os devidos esclarecimentos. 

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..