Maioria dos Petrolinenses aprova gestão de Miguel Coelho em 54,2%


Com 10 meses de gestão, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB), faz uma gestão bem avaliada para a maioria da população. Mesmo com os municípios em crise e após assumir a Prefeitura afundada em dívidas de aproximadamente R$ 230 milhões, o jovem gestor de 27 anos aparece com aprovação de 54,2% e desaprovação de 24%, segundo pesquisa do Instituto Opinião, que entrevistou 450 pessoas em Petrolina entre os dias 17 e 20 de outubro.
O levantamento perguntou ainda como os petrolinenses classificam o desempenho da gestão Miguel Coelho. Para 38% dos entrevistados, o prefeito tem avaliação ótima ou boa. A administração de Miguel é considerada regular por 38,2%, enquanto o percentual dos que consideram a gestão ruim é de 9,8% e péssimo (8,2%). Não souberam opinar 5,8% dos pesquisados. O nível de confiança na gestão também aparece com índice elevado. Para 49,1% das pessoas ouvidas pelo Instituto Opinião, Miguel fará um bom mandato. Apenas 23% dos pesquisados responderam que não acreditam que o prefeito petrolinense terá um bom desempenho nos quatro anos de gestão.
Apesar da boa avaliação, o prefeito de Petrolina encontra na saúde pública o maior desafio do mandato. A pesquisa aponta que as maiores preocupações dos petrolinenses são a saúde (39,1%), o desemprego (19,1%) e a segurança pública (14,7%). São citados ainda como problemas o saneamento (7,1%), asfalto e calçamento de vias (4,9%), educação pública (2,9%) e transporte (2,4%).
O Instituto Opinião percorreu mais de 60 bairros, comunidades e assentamentos na área urbana e zona rural de Petrolina. O levantamento ouviu apenas pessoas com mais de 16 anos, empregando a técnica de pesquisa Survey. O intervalo de confiança do estudo é de 90% com margem máxima de erro de 3,9%. (Blog do Magno)

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..