Primeira etapa da recuperação da mata ciliar do Rio São Francisco será realizada na Orla de Petrolina


A recuperação de 12 hectares de solo e mata ciliar do Rio São Francisco será iniciada, nesta semana, em Petrolina. A ação integra o projeto socioambiental Orla Nossa realizada pela prefeitura, através da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA).
Nesta primeira etapa será retirada a cobertura vegetal já existente e aplicada o processo de adubamento verde para correção das deficiências do solo. O diretor de projetos da AMMA, Victor Flores, explica que para o replantio da vegetação nativa, devem ser retiradas as algarobas que estão no local.
“Esta planta causa efeito alelopático no solo. Além de não ser nativa, ainda inviabiliza o uso da terra, já que suas raízes liberam substâncias que inibem o nascimento de outras plantas no mesmo lugar”, esclarece.
A partir desta terça-feira (31), será feita uma correção do solo e a adubação com matéria orgânica retirada do rio. Neste processo foram recolhidas mais de 40 mil toneladas de sedimentos oriundos do assoreamento.
“A adubação verde é o plantio de leguminosas, que tem a função de descompactar o solo com as raízes, reter nitrogênio e nutrientes no solo além de diminuir o processo de erosão, até que as definitivas arbóreas fiquem prontas para o plantio”, explica o diretor de projetos.
As leguminosas devem ser plantadas na semana seguinte. Este será também um espaço de pesquisa e análise de estudantes de pós-graduações de instituições parceiras do projeto.

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..