Ato simbólico marca encerramento de campanha contra o trabalho infantil em Petrolina


Um ato simbólico realizado nesta sexta-feira (24), no centro de Petrolina, marcou o encerramento da campanha ‘Maior Cuidado Com Nossas Crianças’ que promoveu uma grande mobilização contra o trabalho infantil na cidade. Desde a última quinta-feira (16), equipes da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos marcaram presença nos semáforos  para chamar atenção da comunidade sobre a importância de denunciar a exploração infantil.
Vestidos com a camisa da campanha, com faixas e cartazes, os participantes da ação reuniram-se na Praça do Bambuzinho e seguiram até à Praça Maria Auxiliadora onde deram as mãos e fizeram um ato simbólico para marcar o encerramento da ação que mobilizou mais de cem pessoas.
Segundo a coordenadora das Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (AEPETI), Mara Marilac, o trabalho chega ao fim com um balanço positivo. “Foram oito dias de um trabalho intenso, dia e noite, mas que já produziu efeitos muito positivos. Além da comunidade perceber o trabalho infantil com outro olhar nós conseguimos registrar um aumento significativo nas denúncias. Isso significa que nosso trabalho teve resultados que devem continuam aparecendo nos próximos dias”, disse.
Presente no evento, o juiz da Vara da Infância e Juventude de Petrolina, Marcos Bacelar, também destacou o resultado positivo da iniciativa. “Nós temos conhecimento que o estatuto prevê uma política protetiva para a criança e adolescente e aqui em Petrolina nós estamos com essa postura com toda a rede de proteção buscando justamente o bem para este público. Essa campanha na verdade não termina hoje, porque ela começa a se projetar para o futuro promovendo uma política que busque não apenas a conscientização, mas também a responsabilização”, disse.
A iniciativa foi resultado de uma parceria entre a prefeitura, Ministério Público do Trabalho (MPT), Vara da Infância e Juventude, Conselho Tutelar e Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDDCA). Uma das finalidades foi divulgar os meios através dos quais as pessoas podem fazer denúncias de trabalho infantil. Além do conhecido ‘Dique 100’ as denúncias em Petrolina também podem ser feitas no Conselho Tutelar através do número: (87) 98861-0421.
Magnólia Costa: Assessora de Comunicação

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..