Gilmar Santos empurra requerimento polêmico sem consentimento da mesa legislativa e é aprovado



O vereador Gilmar Santos (PT) se aproveitou da falta de conclusão e envio da pauta legislativa desta terça-feira, dia 28, em tempo hábil, para colocar um requerimento polêmico em votação na Casa Plínio Amorim.

O Requerimento nº 404/2017 solicita a Secretária Municipal de Direitos Humanos, Kátia Carvalho, o detalhamento do quadro de funcionários (efetivos e comissionados), equipamentos (imóveis) e veículos à disposição desta secretaria. A solicitação pede um detalhamento geral da pasta executiva, gerando divisão entre os parlamentares e polêmica na sessão legislativa de hoje.

O parlamentar petista se aproveitou de um erro administrativo da Casa das Leis, provocando um intenso debate, inclusive, prejudicando uma servidora público, que sem entender as mudanças ocorridas enviou duas vezes a pauta da sessão legislativa, sendo fortemente criticada na sessão.

O curioso é que o requerimento entrou em pauta mesmo o Governo de Miguel Coelho tendo a maioria dos vereadores da Casa Legislativa na sua base. Ao fim da sessão, o requerimento foi aprovado pelos vereadores e a Secretaria Municipal de Direitos Humanos deverá prestar os esclarecimentos solicitados.

Blog do Banana 

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..