Juazeiro é condenado a quase 24 anos de prisão

FacebookCléber Araújo, de 38 anos, acusado de assassinar a ex-companheira Layse dos Santos Silva, de 20 anos, em  junho, no Bairro Itaberaba, em Juazeiro (BA), foi condenado nesta quarta-feira (22) a 23 anos e 6 meses de reclusão por homicídio qualificado. Além disso, ele também recebeu a sentença de 1 ano e 8 meses pela tentativa de homicídio contra o mototaxista Anderson Silva, que transportava Layse no dia do crime. Ele foi atingido pelos disparos efetuados por Cléber.

Conduzido pelo juiz Roberto Paranhos, o júri popular (formado por cinco homens e duas mulheres) ocorreu na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), porque o Fórum da cidade está em reforma. Cléber Araújo foi preso na Chapa Diamantina, no mês de julho, e  estava recluso no Conjunto Penal de Juazeiro (CPJ). Segundo a Polícia Civil (PC), ele confessou o crime. Com Cléber a polícia apreendeu a arma utilizada para tirar a vida da jovem. Ele voltará ao CPJ, onde ficará à disposição da Justiça. (foto/arquivo divulgação)

FOnte: Blog do Carlos Britto 

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..