Moradores da Rua Sete do João de Deus cobram reparação em obra feita pela Compesa


A reportagem do programa Nossa Voz esteve na manhã desta quarta-feira, dia 01, na Rua Sete do bairro João de Deus, em Petrolina. A solicitação dos moradores está relacionada a uma obra realizada pela Compesa no final de 2016 e que se estendeu até este ano. Entretanto, o que deveria ser um alívio e uma reparação para a localidade, causou muitos transtornos quanto à pavimentação.
De acordo com os moradores, a Compesa fez, durante a obra, o corte da rua e o recapeamento asfáltico, só que a obra afundou. Agora, a população convive com transtornos relacionados ao asfalto. Elizete de Souza mora há mais de 20 anos no bairro e nunca viu a rua ficar de tal forma. Ela explica que os populares ganharam o asfalto em 1999 durante um concurso promovido pela Prefeitura Municipal. “A nossa rua está toda esburacada. A nossa sorte é que não chove aqui, porque se não tava uma lagoa isso aqui. Temos vários prejuízos”. Segundo ela, os moradores procuraram a Compesa mas nunca tiveram retorno. “Era a rua mais bonita do bairro e hoje está nessa situação”, completou.
O Edgar Cruz reforçou a fala da amiga e disse esperar providências do órgãos competentes. “Essa rua foi a primeira a ser asfaltada na época de Guilherme Coelho. Nossa rua agora está acabada, além de ser um corredor de ônibus. Infelizmente a Compesa destruiu a rua que a gente se orgulhava. A gente espera providências”, destacou.
O morador Pedro Ronilton enumerou alguns problemas enfrentados pela população do bairro. “Aqui está um caso sério a questão desse buraco. A gente não pode deixar uma moto [parada] que ele cai [pelo desiquilíbrio]. Não adianta ajeitar uma coisa e estragar outra. Mas se a gente atrasar uma conta de água, logo logo eles cortam”, criticou. 
Gabriela Canário 

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..