Petrolina poderá implantar Dia Municipal de Combate ao Feminicídio com homenagem a Beatriz Angélica


Petrolina poderá ganhar um Dia Municipal de Combate ao Feminicídio. A proposta, em forma de projeto de lei, foi apresentada ao presidente da Câmara de Vereadores, Osório Siqueira, por representantes da Central Única de Bairros (Cubape).
A entidade justifica a iniciativa do projeto devido aos elevados índices de crimes cometidos contra as mulheres na cidade. A Cubape sugere ainda que a data seja lembrada no dia 10 de dezembro, por conta da menina Beatriz Angélica Mota, de sete anos. Ela foi brutalmente assassinada durante uma festa de formatura na noite de 10 de dezembro de 2015. O crime já vai completar dois anos e, até o momento, permanece envolto em mistério.
PUBLICIDADE! 

Ainda conforme a Cubape, o Dia Municipal de Combate ao Feminicídio terá palestras, audiências públicas e manifestações pacíficas por toda a cidade.
Blog do Carlos Britto 

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..