Idosos são presos tentando receber benefícios de pessoas mortas em Arcoverde


Três idosos envolvidos no crime de uso de documento falso foram presos em uma Operação da Polícia Civil através da Delegacia de Arcoverde coordenada pelo delegado Henrique Paiva nesta quinta-feira (14). Os envolvidos foram detidos pelos investigadores após tentarem realizar a atualização de benefícios do INSS junto a agência da Caixa Econômica Federal de Arcoverde.
Os funcionários da agência notaram inconsistências nos dados apresentados pelos autuados, tendo o homem envolvido conseguido fugir da agência bancária. Mas terminou sendo localizado pelos policiais quando retornava para a cidade de Águas Belas, onde todos envolvidos residiam. Ficou comprovado que os suspeitos recebiam benefícios sociais de pessoas já falecidas, os quais tinham os dados inseridos em cédulas de identidade com fotografia dos envolvidos.
Ivanildo Vieira da Silva, mais conhecido como “Ivanildo Cura Rato”, de 71 anos; Maria Ferreira Alves, de 80 anos e Josefa Nascimento Galvão, de 48 anos, todos residentes no Campo do Índio, em Águas Belas.
Os presos foram enquadrados nas sanções do artigo 304, do Código Penal, porém, a Polícia Civil irá encaminhar a Polícia Federal os cartões dos benefícios para apuração das fraudes contra o INSS. Segundo o Blog o povo com a notícia, com Ivanildo, os agentes localizaram mais dois cartões e identidades contendo fotos do mesmo e de Maria Ferreira Alves, com comprovantes de saques realizados nesta quinta e a quantia aproximada de R$ 3 mil em espécie.
Após a autuação, os três deverão ser apresentados para realização de audiência de custódia.

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..