Miguel Coelho afirma que Gestão de Júlio Lóssio deixou rombo de R$ 29 milhões em programas de governo entre 2015 e 2016


O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, denunciou o rombo de R$ 29 milhões deixados pela gestão do ex-prefeito, Júlio Lóssio, em programas de governo, nos anos de 2015 e 2016.
Segundo o chefe do executivo, os dados foram processados e analisados pela Controladoria Geral da União (CGU) e são frutos de desvio de dinheiro público e mau uso da máquina pública, no período supracitado.
Durante entrevista ao programa radiofônico Nossa Voz, o gestor denunciou as infrações cometidas pelo antigo prefeito.
“Com relação ao rombo deixado, não cabe a mim tomar as providências, mas aos órgãos de controle e fiscalização. Nos últimos quinzes dias, nós recebemos o relatório da Controladoria Geral da União (CGU), onde foi feito um acompanhamento de 2015 e 2016 – somente neste dois anos em alguns programas– a CGU pede o retorno de R$ 29 milhões de reais da antiga gestão, seja por mau uso ou seja desvio”, disse Miguel Coelho, completando:
“Só estou dando publicidade a um relatório que recebemos e que é público e quem desejar pode encontrá-lo no site da CGU. O que é que vai dar isso? Não cabe ao prefeito Miguel Coelho responder, cabe aos órgãos de controle poderem fazer”, conclui.
Blog do Robério Sá  Acesse >>> http://roberiosa.com.br

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..