Zenildo Nunes acusa Conselho Municipal de Educação presidido por Cristina Costa de “fechar os olhos” para contrato sem licitação do Nova Semente


O vereador Zenildo Nunes (PSB) mandou um recado para a oposição na Casa Plínio Amorim ao dizer que até o momento nunca houve escândalos na gestão do prefeito Miguel Coelho.
“Tem alguns vereadores que esquecem nessa casa que alguns companheiros deles que faziam parte do Governo Federal, deixaram a maior crise de todos os tempos, era presidente que recebia dinheiro da Odebrech, era irmão que recebia propina, tem o caso do sítio e ninguém diz nada, ministros presos, parece que querem misturar a gestão de Miguel Coelho com gestões do passado”, disparou.
Zenildo Nunes ainda citou, segundo ele do Portal G1, um rombo deixado na gestão do PT de R$ 3 bilhões na Petrobrás.
“Além desse rombo tiraram o dinheiro do Bolsa Família para os companheiros deles (disse o vereador Zenildo se referindo aos vereadores do PT). Todos agora se acham santinho, não sei porque querem tanta investigação do Governo Miguel Coelho em apenas 11 meses, vamos deixar o prefeito trabalhar para exigirmos dos secretários”, acrescentou.
O vereador foi além e disse que durante oito anos na gestão do ex-prefeito Julio Lossio, parlamentares não solicitavam informações sobre o Nova Semente, já que o petista Gilmar Santos, alegou na última sessão, que possivelmente, a empresa que seria contatada para administrar o programa é irregular.
“O Petrape passou oito anos sem licitação e o Conselho Municipal da Educação fechava os olhos. Mais de 1 mil crianças não passaram pelo Ministério da Educação”, disse.

Blog Edenevaldo Alves 

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..