Falta de segurança amedronta moradores do Projeto N-4, em Petrolina (PE)


A falta de segurança no Projeto Senador Nilo Coelho, N-4, em Petrolina (PE) tem se tornado um grande problema para a comunidade. De acordo com o presidente da associação de moradores e produtores do N-4, Edvaldo Landim, o terror tem tomado de conta da localidade, que clama por mais segurança. Ainda segundo Edvaldo, foi realizada uma reunião com o comandante da Polícia Militar, mas as notícias não foram boas.
“O projeto é praticamente esquecido pela segurança pública. Vivemos em uma situação delicada, com nossos moradores vivendo em uma situação de terror, visto que a segurança é mínima. Há dois meses, estivemos com o comandante da Polícia Militar para levar um documento da comunidade pedindo socorro, mas, segundo o comandante, não havia efetivo suficiente, já que para toda a área rural de Petrolina só contava com cinco viaturas para realizar as rondas e uma delas teria sido perdido”, disse.
Segundo o líder comunitário, o N-4 conta com mais de 10 mil habitantes e mais de 4 mil eleitores. Como o projeto fica um pouco distante da cidade, os criminosos que vêm se aventurar em Petrolina ficam nos projetos.
Para amenizar a sensação de insegurança, foi criado um grupo de WhatsApp para os moradores ficarem interligados e avisarem sobre atitudes suspeitas. Além disso, está sendo ventilada a possibilidade de criação de uma vigilância noturna, como na cidade. “Criamos um grupo de whatsapp para os moradores ficarem interligados e avisarem uns aos outros sobre atitudes suspeitas para todos ficarem atentos e de alguma forma tentar se resguardar, trancando as portas, chamando os filhos. A polícia não tem condições de dar segurança e sem boa vontade é pior ainda”, disse Edvaldo.
Reunião com prefeito
Segundo o presidente da associação de moradores e produtores do N-4, o presidente da Central Única de Bairros de Petrolina (CUBAPE(, Pedro Caldas, está organizando uma reunião para que uma comissão de moradores sentem com o o prefeito Miguel Coelho e apresentem as reivindicações de segurança da comunidade. 

Blog do Waldiney Passos 

Compartilhe em seu

Postagens relacionadas

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..